Trate de seu bichinho com aromaterapia

12/05/2013 00:22

                                                        

 

 

 

AROMATERAPIA PARA SEU BICHINHO DE ESTIMAÇÃO

Quem tem animal de estimação em casa sabe o quanto eles podem fazer parte da nossa vida. São como filhos, nos preocupamos, levamos ao médico, damos água, comida e muito, mas muito carinho e amor! A certeza? É que todo esse cuidado será retribuído com o sentimento mais puro e verdadeiro que você possa conhecer.

Então aqui vai uma dica para quem está com algum probleminha com seu pet: AROMATERAPIA para o bem estar dos bichinhos. Sim! Dica para os “naturebas”, aqueles que valorizam a arte de extrair na natureza os benefícios para a nossa saúde e, porque não, a saúde dos nossos queridos companheiros também!

“É um método natural de promoção de saúde física e psíquica que também pode ser utilizado nos animais de estimação”. É o que fala uma das primeiras pessoas a disseminar o conceito da aromaterapia no Brasil, Sâmia Maluf. A gente já fez um post aqui no blog sobre essa ciência. Vale a pena (re)ver!

A especialista reconhece que a ideia pode parecer estranha. Mas, diante de tantas outras estranhezas que se têm visto para os animais, como sapatos, carrinhos de bebês e até objetos folheados a outro (oi?), esse conceito está longe de parecer estranho.

“Na verdade, é uma das maneiras mais lógicas e sensatas para ajudar os animais de estimação a serem saudáveis e felizes, pois eles têm a sensibilidade muito aguçada”, conta Sâmia.

VAMOS AO QUE INTERESSA!
A aromaterapia pode ajudar na higiene, em problemas físicos – como respiratórios e dermatológicos – e em problemas comportamentais, como medos, agressividade e estresse. “Quando um cão cheira um óleo essencial, as moléculas passam através de seu sistema olfativo para a área límbica do cérebro, que lida com o instinto, a emoção e a regulação de muitos sistemas e órgãos, como a resposta anti-inflamatória”.

Mas vamos com calma. Gatos são mais sensíveis a aromas do que cães e, dependendo do animal, muda a quantidade de óleo usado no tratamento. Em pássaros, por exemplo, o tratamento deve ser feito por difusão no ambiente ou por uso tópico, se houver algum ferimento. Nunca devem ingerir a substância.

COMO USAR
Para a difusão, os óleos essenciais devem ser diluídos em óleos vegetais. “Utilize água com um solubilizante, que pode ser álcool de cereais ou vinagre de cidra”.  Se o recomendado for a inalação, utilize algumas gotas em um pedaço de algodão e aproxime do pet.

 

Para acalmar, higienizar e nutrir a pele dos cães
Misture 30 gramas de Óleo de Coco Extra Virgem, cinco gotas de Óleo Essencial de Lavanda e 10 gotas de Óleo Essencial de Tea Tree. Espalhe no animal.

Para higienizar os dentes dos cães
Misture uma colher de Óleo de Coco Extra Virgem, três gotas de Óleo Essencial de Tea Tree, uma colher de café de Argila Branca e uma gota de Óleo Essencial de Hortelã Pimenta. Escove e, com uma espátula especial, retire o tártaro dos dentes. Assim não causa machucado e sangramento.

Para tratar problemas respiratórios em pássaros
Colocar em um aromatizador elétrico 10 gotas de Óleo Essencial de Tea Tree, cinco gotas de Óleo Essencial de Eucalipto glóbulos e cinco gotas de Óleo Essencial de Hortelã Pimenta. Deixar aromatizando o ambiente.

 

Para acalmar papagaios e pássaros estressados
Em um aromatizador elétrico use 10 gotas de Óleo Essencial de Lavanda, cinco gotas de Óleo Essencial de Palmarosa e cinco gotas de Óleo Essencial de Ho Leaf.

Para tratar o estresse em gatos
Coloque no aromatizador elétrico uma mistura de 10 gotas de Óleo Essencial de Ho Leaf e 15 gotas de Lavanda. Eles acalmam, diminuem a agitação e o medo que causam estresse. Também é útil no caso de sensibilidade a ruídos.

By Samia

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!