BASES TEÓRICAS DA ACUPUNTURA AROMÁTICA

17/02/2012 22:53

 

 
Como surgiu a idéia de associar óleos essenciais com pontos de acupuntura ?
Quais seriam as bases teóricas para essa associação/integração ?
As respostas à estas perguntas certamente podem ajudar muito o leitor na
compreensão dos fundamentos da Acupuntura Aromática.
A Acupuntura Aromática foi criada integrando os princípios fundamentais da
Aromaterapia com os da Acupuntura Tradicional Chinesa.
Cada óleo essencial tem características terapêuticas individuais, o que lhe confere ,
segundo Gabriel Mojay, uma "Assinatura Terapêutica única " 4 que é a expressão máxima da
sua energia vital, chamada de Qi 5 pela Medicina Tradicional Chinesa ( MTC ).
Ainda, segundo Gabriel Mojay , para se apreender o Qi de um óleo essencial é
necessário que se atente para as suas características, detalhes, estrutura botânica, química,
aroma, propriedades e usos.
A Acupuntura, utiliza a estimulação dos acupontos para distribuir e fazer circular da
melhor maneira possível o Qi do paciente dentro dos meridianos.
Durante o diagnóstico, o terapeuta distingue a natureza do desequilíbrio do Qi e onde
ele se encontra e, a partir daí, traça um esquema terapêutico para desenvolver o tratamento.
Muitas vezes é preciso preencher os meridianos afetados pelo Qi em desequilíbrio com
os princípios energéticos curativos provenientes das plantas medicinais.
Utilizando a Fitoterapia, em conjunto com a Acupuntura, pode-se dar um "Quantum"
energético ao paciente, o que ajuda a promover um restabelecimento mais rápido e duradouro
do quadro clínico.
A Aromaterapia seria uma espécie de " Fitoterapia Celular ", pois os princípios ativos
dos óleos essenciais extraídos de plantas medicinais podem penetrar diretamente na circulação
através da pele.
Como os óleos essenciais são compostos extremamente concentrados e fortes, todos os
autores concordam que as duas melhores e mais seguras maneiras de utilizá-los são via
inalação e, principalmente, através do contato com a pele.
Ao contrário das utilizações anteriores, a ingestão de óleos essenciais não é
recomendada sem a supervisão de um aromaterapeuta qualificado e bastante
experiente e/ou de um médico, pois pode gerar graves efeitos colaterais ao
organismo e causar danos irreversíveis à mucosa gástrica.
Segundo descreve Marguerite Maury, os óleos essenciais postos em contato com a
superfície da pele, são capazes de penetrá-la e alcançar o líquido extracelular. Os elementos
introduzidos são levados até os órgãos onde são retidos seletivamente.
Estima-se que se leva de 10 a 20 minutos para que os óleos entrem na corrente
sangüínea, mas acima de três ou seis horas para serem completamente absorvidos pelo corpo,
sendo eliminado qualquer excedente pela urina após duas à oito horas.
Por esta razão não se recomenda lavar os pontos ou tomar banho num período de três
a seis horas após uma sessão de Acupuntura Aromática, pois se estaria perdendo um
importante efeito terapêutico posterior à sessão.
 
Texto extraído do livro Ephraim Ferreira Medeiros
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!