ABETO e ESPRUCE

10/04/2012 00:27

 


ABETO E ESPRUCE

As árvores que dão o cheiro do Natal!

 

Os abetos e espruces são árvores de clima temperado, que nascem através do norte e oeste do Canadá e Estados Unidos e ao longo de praticamente todos os países frios Europeus.

No século passado muitas pequenas vilas na Rússia produziam este óleo essencial. Seus usos podem bem ser vistos na referência bíblica sobre “O Bálsamo de Gilead”, daí o nome de “bálsamo” dado a alguns abetos.

Na América do Norte, as resinas e folhas dos abetos são utilizadas há muito tempo pelos indígenas com finalidades medicinais (cicatrizante e expectorante), assim como com finalidades religiosas.

A árvore de abeto possui uma antiga associação com o cristianismo, que começou na Alemanha cerca de 1.000 anos atrás quando São Bonifácio, quem converteu os alemães ao cristianismo, disse ter vindo de um grupo de pagãos que tinham por adoração a árvore do carvalho. São Bonifácio diz ter cortado o Carvalho ao chão e para seu espanto, um jovem abeto nasceu das raízes do carvalho. São Bonifácio tomou isto como um sinal da religião cristã.

Porém, até por volta de 1.700, o uso de árvores de natal existiu restritamente somente no distrito de River Rhine. De 1.700 em diante, quando o uso de lâmpadas foi aceitas como parte das decorações, a árvore de natal veio a se tornar uma tradição na Alemanha. Então, a tradição atravessou o atlântico com os soldados hessianos. Porém algumas pessoas ligam o uso de árvores de natal a períodos ainda mais antigos. Os egípcios, por exemplo, na celebração do solstício de inverno, colocavam palmas verdes em suas casas como “símbolo do triunfo da vida sobre a morte”. O uso das folhas de palma pode ser visto também na Bíblia quando Jesus entrou na cidade e foi recebido com ramos de palma, algo derivado da antiga tradição egípcia e que teria sido copiado depois pelos romanos.

 

Aspectos físicos (farmacológicos)

 

As velas de natal com óleo de abeto e espruce vendidas no Canadá e EUA liberam quando queimadas uma grande quantidade de OE que mata uma grande parcela das bactérias patogênicas presentes no ar e que causam problemas respiratórios. Foi descoberto que o óleo de abeto destrói completamente o bacilo da tuberculose. O vírus da gripe também pode ser bem eliminado com os OE de coníferas.

Uma especial ação destes óleos é devido à presença conjugada de acetato de bornila e monoterpenos, que agem especialmente tonificando e harmonizando as supra-renais, equilibrando a produção de hormônios de stress e melhorando a liberação de cortisona natural do corpo que pode ajudar em casos de dores e processos inflamatórios e alérgicos.  

Sendo assim, podemos dizer que estes são os melhores e talvez mais potentes óleos essenciais para combater alergias, tanto de pele quanto respiratórias (rinites). Seu princípio ativo, o acetato de bornila, consegue inibir a produção de mediadores da alergia e inflamação e age também na glândula pituitária inibindo a liberação do hormônio ACTH (adrenocorticotrófico), conhecido como hormônio do estresse. Ao bloquear a liberação do ACTH, o óleo de abeto ou espruce consegue acalmar, facilitar a meditação, reduzir a ansiedade, facilitar o sono, melhorar o sistema imunológico, estabilizar e diminuir hipertensão arterial, além de contribuir em uma série de outros problemas. 

 Também são óleos essenciais indicados em desordens circulatórias dado ao seu alto teor de monoterpenos, que agem como solventes, desobstruindo vasos, melhorando a drenagem linfática (congestão dos tecidos) e tratando de varizes, dores nas pernas e varicela. Seus monoterpenos, internamente também agem dissolvendo cálculos renais e de vesícula, enquanto o acetato de bornila age inibindo cólicas, auxiliando na expulsão dos mesmos. É um excelente remédio também para problemas de hemorróidas.

Em inalações age como um tônico para o aparelho respiratório, tratando de infecções, bronquites, sinusites e alergias. Seu efeito nas rinites e na asma é muito bom, especialmente os óleos com teor mais elevado de ésteres (acetato bornílico), onde age relaxando e diminuindo os ataques, este efeito também tem muito a ver com efeito psicológico sobre a expressão. Também é um bom desintoxicante em massagens, ajudando na eliminação de ácido úrico. Outras ações do óleo são como antiinflamatório e secativo, indicado no tratamento de furúnculos, abcessos e acnes. Funciona também em reumatismo, artrites e gengivite.

 

Aspectos emocionais

 

Podemos que o efeito dos abetos e espruces no lado emocional vêm muito de encontro com a sensação de relaxamento e abertura que eles proporcionam no lado emocional das pessoas favorecendo a expressão da alma e liberando o medo. Segundo Mikael Zayat, fundador do Centro Canadense de Pesquisa de Óleos Essenciais, os abetos e espruces são óleos indicados para momentos de transição, como a morte, viagens, mudanças de emprego, etc. São muito usados hoje em dia por massoterapeutas no Canadá e Europa por agirem relaxando o sistema nervoso e os músculos. Trazem para o ambiente um agradável aroma que lembra o interior de florestas logo após uma chuva.  É  muito  associado  este cheiro com  o natal, pois nos EUA, Canadá e Europa são usadas algumas destas espécies como árvores de natal vivas. São bons óleos para pessoas tensas, ansiosas e com raiva causada pelo trabalho excessivo e da tensão diária. Revigoram o sistema nervoso, equilibram as supra-renais, eliminam quadros de insônia causada por tensão, melhoram a atividade intelectual (bom para estudo) e trazem um cheiro de limpeza para dentro de casa, talvez seja por isso que é associado o uso dos abetos em rituais de purificação. O aroma do espruce também ajuda em casos fixação mental (fobias, síndrome do pânico e obsessões) e é excelente para meditação. O óleo de Tsuga canadensis traz uma sensação de espiritualidade e elevação.  

 

Utilizar o cheiro de abeto ou espruce no dia do natal é uma forma de resgatar a essência pura do natal, de se integrar com o cheiro da natureza neste momento tão importante. O natal representa o nascimento do cristo, mas também representa o seu renascimento dentro de nós. Ao proporcionar o desapego do velho e a abertura ao novo, o aroma destas árvores nos pré-prepara para o ano novo que se aproxima... 

(textos: Fabian Laszlo)

www.laszlo.ind.br

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!